Bolsa de Valores de Mocambique
ARKO SEGUROS 1,000.00
HCB 4.00
CDM 99.00
CMH 2,850.00
CETA 120,00
EMOSE 26.25
ZERO 20,00
TOUCH 100.00
ARCO INVESTIMENTOS 100.00
OT 2005 S2 8.00%
Visabeira 2015 20.25%
STB 2015 Sub S1 20.25%
STB 2015 Sub S2 20.25%
STB 2015 Sub. S3 20.25%
BNI 2016 S1 13.50%
Bayport 2016 S1 25.00%
Bayport 2016 S2 25.00%
OT 2016 S3 15.25%
OT 2017 S2 13.625%
OT 2017 S3 13.9375%
OT 2017 S4 14.125%
OT 2017 S5 13.4375%
OT 2017 S6 16.00%
OT 2017 S7 16.00%
CM 2017 18.00%
Bayport 2017 S1 23.00%
OT 2018 S1 13.6878%
OT 2018 S2 13.75%
OT 2018 S3 13.625%
OT 2018 S4 13.3125%
OT 2018 S5 12.75%
OT 2018 S6 12.6875%
OT 2018 S7 12.625%
OT 2018 S8 13.75%
OT 2018 S9 13.75%
OT 2018 S10 13.625%
OT 2018 S11 13.625%
OT 2018 S12 13.4375%
OT 2019 S2 14.00%
OT 2019 S3 14.00%
Opportunity Bank 2018 S1 17.75%
Opportunity Bank 2018 S2 21.50%
BAYPORT 2018 S1 19.66%
BAYPORT 2018 S2 22.00%
P. Comercial Opportunity Bank 2018 S1 20.75%
OT 2019 S4 16.625%
BNI 2019 S1 15.50%
OT 2019 S7 14,00%
OT 2019 S8 10,00%
OT 2019 S5 14%.00

A Bolsa de Valores de Moçambique (BVM), e o Instituto Nacional de Desenvolvimento de Educação(INDE) rubricaram, à 12 de Março de 2020.

Um Memorando de Entendimento que tem como propósito a promoção e desenvolvimento da educação financeira, sobre mercado de capitais e bolsa de valores, visando potenciar a formação, capacitação e investigação nos domínios da Educação, Arte, Cultura, Tecnologia e o Sistema Financeiro.

O protocolo de cooperação vai permitir a integração de matérias sobre o mercado de capitais e bolsa de valores nos currícula escolares do ensino primário e secundário geral, e produção de material didáctico do Programa de Educação Financeira da BVM.

Na ocasião, o PCA da BVM, Salim Valá, referiu que este protocolo vai reforçar o trabalho que a BVM tem estado a levar a cabo a nível nacional, consciencializando os públicos alvo prioritários sobre as alternativas de financiamento e investimento que a bolsa oferece ao mercado. Enfatizou que com este protocolo, o professor e o estudante terão um espaço privilegiado na acção da BVM.

Por seu turno, o Director Geral do INDE, Ismael Nhêze, disse que a assinatura  do memorando constitui uma plataforma vital na medida em que pela primeira vez serão introduzidos nos curricula escolares conteúdos sobre a bolsa de valores com uma abordagem generalizada a nível dos ensinos primário e secundário, para que os estudantes tenham nocoes básicas sobre, poupança, financiamento e investimento via Bolsa.

Importa referir que a BVM já vem desenvolvendo actividades conjuntas com o INDE no que tange a formação dos quadros da educação sobre matérias da bolsa, incluindo a troca de experiências junto ao países com um grau elevado de educação financeira nos seus planos de ensino à todos os níveis.

O memorando assinado pelas  duas Instituições está em consonância com o plasmado em dois instrumentos do Governo, designadamente a Estratégia para o Desenvolvimentos do Sector Financeiro em Moçambique (2013-2022) e a Estratégia Nacional de Inclusão Financeira (2016-2022), cujo objectivo fundamental, é a melhoria dos níveis de Inclusão Financeira e a estabilidade e sustentabilidade do sistema financeiro do Pais.

Fotos do Evento