Bolsa de Valores de Mocambique
REVIMO 10,000.00
ARKO SEGUROS 1,000.00
HCB 2.51
CDM 130.00
CMH 2,002.00
CETA 120,00
EMOSE 7.00
ZERO 20,00
TOUCH 100.00
ARCO INVESTIMENTOS 100.00
OT 2005 S2 8.00%
Visabeira 2015 20.25%
STB 2015 Sub S1 20.2500%
STB 2015 Sub S2 20.2500%
STB 2015 Sub. S3 18.7500%
BNI 2016 S1 13.5000%
Bayport 2016 S1 25.0000%
Bayport 2016 S2 25.5000%
OT 2016 S3 14.00%
OT 2017 S2 12.4375%
OT 2017 S3 13.9375%
OT 2017 S4 12.9375%
OT 2017 S5 12.0625%
OT 2017 S6 14.9375%
OT 2017 S7 14.9375%
CM 2017 17.0000%
Bayport 2017 S1 23.00%
OT 2018 S1 12.5000%
OT 2018 S2 12.5000%
OT 2018 S3 12.2500%
OT 2018 S4 12.0625%
OT 2018 S5 12.7500%
OT 2018 S6 12.6875%
OT 2018 S7 12.6250%
OT 2018 S8 12.5000%
OT 2018 S9 12.5000%
OT 2018 S10 12.4375%
OT 2018 S11 12.2500%
OT 2018 S12 12.0625%
OT 2019 S2 12.7500%
OT 2019 S3 12.6875%
Opportunity Bank 2018 S1 17.75%
Opportunity Bank 2018 S2 21.5000%
BAYPORT 2018 S1 18.3700%
BAYPORT 2018 S2 22.0000%
P. Comercial Opportunity Bank 2018 S1 20.75%
BNI 2019 S1 15.5000%
OT 2019 S4 14.0000%
OT 2019 S5 12.5625%
OT 2019 S7 12,9375%
OT 2019 S8 10,0000%
OT 2019 S6 12.2500%
OT 2019 S9 12.0000%
BAYPORT 2019 S1 20.0000%
STB Bank 2017 S3 20.25%
OT 2019 S1 7.0%
SMM - 2019 25%
SMM - 2020 20.00%
OT-Fornecedores-2019 2.5000%
OT 2020 S7 12.0000%
OT 2020 S1 12.0000%
OT 2020 S2 12.0000%
BAYPORT 2019 – S2 19.0000%
OT 2020 S3 12.0000%
OT 2020 S4 12.0000%
OT 2020 S5 12.0000%
OT 2020 S6 10.0000%
OT 2020 S8 12.0000%
SMM 2020 ALC80 20.0000%

O Presidente do Conselho de Administração da Bolsa de Valores de Moçambique, Salim Cripton Valá.

Defende que o agro-negócio e as PME´s são os motores de crescimento e desenvolvimento do Distrito de Morrumbene, e que a localização próxima de centros de consumo de Maxixe e Inhambane e o facto de estar ao longo da EN1, são factores importantes a capitalizar no futuro.

Salim Valá, falava na manhã desta terça-feira (30), no distrito de Morrumbene , Província de Inhambane, no âmbito da realização do Forum Distrital de Investimentos local, presidido pelo Governador da Província de Inhambane, Daniel Chapo, onde apresentou o tema “Distrito como Polo de Desenvolvimento e a Estratégia de Desenvolvimento Económico Local de Morrumbene”.

O PCA referiu que com o aprimoramento do processo de descentralização, as lideranças, as pessoas, instituições, o conhecimento e os recursos locais, devem ser devidamente accionados para servir como combustível para a geração do progresso e bem-estar da população.

Durante a intervenção, o orador defendeu que o DEL exige uma priorização estratégica ao desenvolvimento económico, tendo recomendado que é vital atrair e acarinhar os agentes económicos que investem e fazem negócios no Distrito e remover as barreiras que ainda constrangem o bom ambiente de negócios.

O painelista defendeu a mudança de paradigma que deve assentar na promoção da poupança para depois investir e não ficar eternamente a espera do apoio externo, e para o efeito, é pertinente ter um bom conhecimento da realidade local, identificar as oportunidades de negócios existentes, apostar nos vectores de DEL, intervir com base nas cadeias de valor mais importantes e em áreas de foco, e no desenvolvimento de actividades económicas rentáveis e que criam empregos e geram mais renda para as famílias.

Num outro desenvolvimento, defendeu que não basta ter um plano com prioridades, objectivos e metas claras, e fundamental operacionalizar a estratégia com instrumentos concretos para viabilizar a capacitação das PME´s e os serviços de apoio ao desenvolvimento de negócios, mecanismos de financiamento, apropriadas ligações de mercado, mobilizando recursos para implantar infraestruturas económicas e sociais para apoiar o desenvolvimento de negócios e sistemas de comunicação para o desenvolvimento local.