Bolsa de Valores de Mocambique
REVIMO 10,000.00
ARKO SEGUROS 1,000.00
HCB 2.50
CDM 97.66
CMH 2,450.00
CETA 120,00
EMOSE 7.00
ZERO 20,00
TOUCH 100.00
ARCO INVESTIMENTOS 100.00
OT 2005 S2 8.00%
Visabeira 2015 20.25%
STB 2015 Sub S1 20.2500%
STB 2015 Sub S2 20.2500%
STB 2015 Sub. S3 18.7500%
BNI 2016 S1 13.5000%
Bayport 2016 S1 25.0000%
Bayport 2016 S2 25.5000%
OT 2016 S3 14.00%
OT 2017 S2 12.4375%
OT 2017 S3 13.9375%
OT 2017 S4 12.9375%
OT 2017 S5 12.0625%
OT 2017 S6 14.9375%
OT 2017 S7 14.9375%
CM 2017 17.0000%
Bayport 2017 S1 23.00%
OT 2018 S1 12.5000%
OT 2018 S2 12.5000%
OT 2018 S3 12.2500%
OT 2018 S4 12.0625%
OT 2018 S5 12.7500%
OT 2018 S6 12.6875%
OT 2018 S7 12.6250%
OT 2018 S8 12.5000%
OT 2018 S9 12.5000%
OT 2018 S10 12.4375%
OT 2018 S11 12.2500%
OT 2018 S12 12.0625%
OT 2019 S2 12.7500%
OT 2019 S3 12.6875%
Opportunity Bank 2018 S1 17.75%
Opportunity Bank 2018 S2 21.5000%
BAYPORT 2018 S1 18.3700%
BAYPORT 2018 S2 22.0000%
P. Comercial Opportunity Bank 2018 S1 20.75%
BNI 2019 S1 15.5000%
OT 2019 S4 14.0000%
OT 2019 S5 12.5625%
OT 2019 S7 12,9375%
OT 2019 S8 10,0000%
OT 2019 S6 12.2500%
OT 2019 S9 12.0000%
BAYPORT 2019 S1 20.0000%
STB Bank 2017 S3 20.25%
OT 2019 S1 7.0%
SMM - 2019 25%
SMM - 2020 20.00%
OT-Fornecedores-2019 2.5000%
OT 2020 S7 12.0000%
OT 2020 S1 12.0000%
OT 2020 S2 12.0000%
BAYPORT 2019 – S2 19.0000%
OT 2020 S3 12.0000%
OT 2020 S4 12.0000%
OT 2020 S5 12.0000%
OT 2020 S6 10.0000%
OT 2020 S8 12.0000%
SMM 2020 ALC80 20.0000%
A Central de Valores Mobiliários assegura um serviço adequado para o exercício de direitos de conteúdo patrimonial inerentes aos valores mobiliários nela registados.


Os pagamentos correspondentes ao exercício de direitos a que se refere o parágrafo acima, bem como qualquer outra movimentação financeira conexa, devem verificar-se obrigatoriamente através de intermediário financeiro indicado pela entidade emitente, que procederá aos pagamentos e movimentações em causa através de intermediários financeiros e com base na informação prestada pela Central de Valores Mobiliários.


No caso de pagamento de dividendos de acções, a entidade emitente das acções deve informar a Central de Valores Mobiliários, com a antecedência de quinze (15) dias, o valor do dividendo por acção, data de pagamento, a data de apuramento de titulares (que deve ser uma data antes do pagamento), o valor mobiliário a que se refere e o intermediário financeiro que irá efectuar a transferência dos montantes para pagamento.


Para títulos de dívida (obrigações, papel comercial), é estabelecido, aquando da emissão, o período de contagem de juros e as datas de pagamentos dos mesmos consoante os períodos estabelecidos para o respectivo pagamento dos mesmos.


Nota: É recomendável que à data do pagamento dos juros, dividendos e equiparáveis seja posterior a data de registo dos titulares à serem pagos e/ou imediatamente posterior ao término do período de contagem de juros.


Caso exista algum negócio pendente próximo à data de pagamento de juros ou dividendos, os juros ou dividendos serão atribuídos aos que forem titulares na data do pagamento.

Ex 1:

Ex 2:

Ex 3: